Neiva R. Pavanello Lazarin

Relato pessoal com a experiência da leitura e da escrita:

É incrível o que acontece em  nossa mente quando lemos depoimentos de cantores famosos, escritores, artistas e jornalistas. Ela nos faz lembrar de alguns momentos marcantes de nossa infância. Lembro-me que a professora da 5ª série sugeriu que trouxéssemos um livro para iniciarmos uma troca de leituras. Muita gente queria “O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupéry)”, eu acabei comprando “Pântano de Sangue(Pedro Bandeira)”, mas o livro que eu realmente gostei de ler, foi o de uma colega: “As aventuras de uma gota d’água (Samuel Murgel  Branco)”. A professora queria que a cada livro lido uma ilustração deveria nascer e assim fui construindo minhas ilustrações, que me faziam lembrar das histórias só de olhá-las. Já na 7ª série, lembro-me da confusão que houve com alguns pais, quando a professora sugeriu que todos deveriam comprar o livro “Feliz Ano Velho(Marcelo Rubens Paiva), pois alegaram que o livro era “pesado pra idade”. Daí sim, todos queriam lê-lo.  Tivemos então contato com Rubem Alves que nos traz muito otimismo em suas palavras, como ele mesmo escreveu : “Eu mesmo sou o que sou pelos escritores que devorei… E se escrevo é na esperança de ser devorado pelos meus leitores.”.Sempre conto fatos, falo de livros que estou lendo, de livros que peguei emprestado na biblioteca, falo aos alunos que é importante a leitura, que ela nos traz o conhecimento, que ela faz o mundo girar. A leitura é a base de tudo. Não se faz matemática somente usando números. É necessário uma interpretação! Uma interpretação que você aprenderá a dominar se começar a ler com mais frequência. Instigar nossos alunos a ler, ajudará na nossa missão de ensinar. É a base de tudo. Vamos mostrar que a matemática pode ser uma leitura interessante, divertida e cheia de códigos! E não poderia deixar de citar um trecho de um depoimento da Marilena Chauí, professora de filosofia da USP:” Ler é suspender a passagem do tempo: para o leitor, os escritores passados se tornam presentes, os escritores presentes dialogam com o passado e anunciam o futuro.”

Um pensamento sobre “Neiva R. Pavanello Lazarin

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s